Vantagens
Os módulos de membrana têm sido usados não apenas para substituir a função dos decantadores, como também dos difusores.
Módulos submersos no tanque de aeração podem ser operados da seguinte forma: enquanto o permeado é extraído por um módulo, o outro é alimentado com ar comprimido para a realização de retrolavagem. Desta forma, além da limpeza freqüente da membrana também acontece a aeração, transferência de oxigênio elevada e eficiente.
Como os custos das membranas são praticamente proporcionais à capacidade volumétrica da estação, a redução nos gastos com aumento da escala é proporcionalmente menor que para estações convencionais de tratamento.
Já se a instalação de MBR for feita em locais sem sistema de coleta e tratamento de efluentes, a instalação vem a ser vantajosa, caso seja aproveitado o menor custo, característico da instalação em estações de pequena capacidade, minimizando investimentos elevados em redes coletoras.

Características Técnicas

Esta tecnologia é geralmente empregada com o módulo de membranas acoplado a um reator biológico aeróbio. O processo de tratamento é quase o mesmo que ocorre num sistema de lodos ativados convencional. Pacheco cita algumas diferenças.
“O volume do tanque de aeração é muito menor, já que trabalhamos com concentrações de sólidos suspensos quatro vezes maiores. Conseqüentemente, a área total ocupada é muito menor, ainda mais por não termos decantadores, e sim tanques de membranas de ultrafiltração, que são infinitamente menores”.
O funcionamento do sistema MBR varia conforme o tipo de membrana. Por exemplo, pode operar submerso, externo ao reator, com bombas de sucção e somente pela coluna hidráulica, no caso dos submersos.
O processo normalmente consiste em três estágios:
1. Pré-tratamento mecânico;
2. Tratamento biológico;
3. Filtração por membrana.
Os módulos de membrana submersa normalmente são instalados em um tanque de membrana na descarga do biorreator .
As membranas servem como barreira física para sólidos em suspensão e microorganismos, substituindo a clarificação no tratamento de esgoto convencional. O lodo ativado é introduzido por baixo dos módulos de membrana submersos para gerar um padrão de fluxo. A água limpa, ou o permeado, flui através das membranas por meio de uma bomba que cria um vácuo no interior da fibra. O lodo ativado concentrado permanece no tanque de membrana, sendo reciclado de volta para o processo biológico, a fim de manter a concentração desejada no tanque e nas diversas etapas do tratamento biológico.


Solicite seu Orçamento

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Telefone de contato (obrigatório)
DDD

Telefone

Estado

Assunto

Sua mensagem